O ódio manifesto que os apologistas católicos tem contra a Bíblia

Caractere Ódio

O ódio que apologistas católicos manifestam contra a Bíblia

Se você, protestante, está sendo xingado, escarnecido, perseguido e vilipendiado por debatedores católicos sem nenhuma decência ou civilidade em fóruns de discussão, fique tranquilo, pois eles fazem isso com qualquer um que entra no caminho deles – inclusive, é claro, com a Bíblia. Basta frustrar seus planos e estragar seus embustes, que eles já partem para o ataque frenético e desequilibrado com o mesmo furor e cólera que tem contra a Bíblia. A maioria nem suporta mais ouvir o termo "Bíblia", que lhes causa calafrios. Mas não poderíamos esperar nada diferente como fruto de uma Igreja que desde que surgiu serviu apenas para perseguir a Bíblia e os que nela creem. [Lucas Banzoli]

Esse é o valor que eles atribuem à Bíblia: além de não ser a palavra de Deus, são “palavras do capeta”, é "igual livro de macumba", é um livro “perigoso” que faz as pessoas “caírem na ruína”, que está abaixo do papa e que pode levar à perdição, que não tem luz nenhuma, que é “bastante incompleto”, que “pode nos corromper” e que serve apenas como papel higiênico para limpar aquele lugar (isso quando não queimam). Esse é o profundo ódio e desprezo que os apologistas católicos têm pela Bíblia, e tudo isso só porque ela corta o barato deles, desmascarando suas fraudes, denunciando suas heresias e tirando milhões de pessoas da "mãe de todas as abominações da terra" (Ap 17:5) para conhecerem a verdade que liberta (Jo 8:32).

Saiba mais

Saiba mais no mais novo artigo elaborado pelo Lucas Banzoli: Quem disse que a Bíblia não é a Palavra de Deus?




Considere apoiar financeiramente o blog. Qualquer valor doado contribui muito para a difusão do conhecimento!
fixtemplates Pro
Publique seu artigo! Será um grande prazer contar com sua colaboração.